Só a volta da monarquia harmonizaria a tensão política atual

Aderi à restauração da monarquia há algum tempo e com o passar dos tempos venho tendo mais convicção que esse dia irá chegar. Verdade seja dita já não tem mais como sustentar um sistema republicano falido e desgastado emocionalmente por corrupção e abusos judiciais em sucessivos ataques contra a liberdade de expressão e o aumento da impunidade, cito como exemplo, a soltura de presos no período de fragilidade ocasionado pela Covid-19.

A monarquia parlamentar ainda é um sonho distante que exige paciência e trabalho, atitude em divulgar e principalmente reconhecer e valorizar a sua grandiosa história. O Brasil passou por uma estabilidade política nos anos 50 e 60, fazendo um referendo nacional adotando um sistema político, passou por 21 anos de um regime militar democrático e depois mais 33 anos num triunvirato republicano cheio de corrupção e com dois presidentes cassados por impeachmeant. Em 1993, ocorreu um plebiscito que tinha como possibilidade restaurar a monarquia e adotar o parlamentarismo, o povo optou pela república com uma votação expressiva que atingiu 86% formando assim a permanência do presidencialismo, mas enfim, foram 25 anos até termos um presidente conservador que mudasse essa mentalidade de velha política, isso demorou muito para acontecer e vimos o rombo, a destruição, a tomada de poder dos social democratas, da centro esquerda e fizemos essa pergunta : a República realmente é necessária? Lembre-se desse fato, quais partidos apoiaram a República presidencialista, são eles, o MDB, PT, PDT, PFL, PTB, o PSDB apoiou a República parlamentar. Talvez apenas o Prona apoiou a ideia de ter uma monarquia.

Em 2023 completará trinta anos desse plebiscito que permitiu o formato do sistema republicano e a forma de governo presidencialista. Mesmo que agora tenhamos o governo mais temente às necessidades do povo, ainda assim deveríamos por um momento pensar no futuro da nação. Estou projetando que a monarquia parlamentar volte em 2030, mas para isso acontecer, deve haver vontade e anseio popular porquê diferente do golpe republicano de 1889, à família real no dará golpe na república e isso é um fato concreto. Os princípios e valores são sagrados e restaurar o sistema é fundamental, o grande palco da saúde mental praticamente está com as cortinas fechadas. Alguém precisa abri-las!

O governo Bolsonaro é projeção de uma campanha magnífica com colaboração gratuita do povo que saiu às ruas para pedirem dignidade e o fim da politicagem, Jair Bolsonaro é ousado e seguro de que tem a missão de colocar a nação nos trilhos, mas ele sabe também que deve restabelecer a ordem, a missão é endireitar o país. Uma reeleição em 2022 é bastante provável, o povo aderiu com veemência e aprova sua maneira de governar, o Brasil precisa fazer reformas políticas e sociais, isso também significa que deve fazer reparos na constituição, no código penal e nas universidades, e também reduzir impostos e cargos públicos.

Redigindo tudo isso concluo que de fato depois de várias fases com estabilidade política o país precisa de reformas urgentes e considerando a atual situação em que vê-se um poder querer sufocar outro e se julgar mais importante sendo que sua finalidade está sendo distorcida então tomo por conclusão que a ideia de termos uma restauração da monarquia é a solução definitiva, pois diferente de 1993, muitos já refletiram sobre a veracidade e sabem que é esse o caminho certo a ser seguido. O poder monárquico é mais econômico e nele há garantias de que a corrupção e as ameaças contra a liberdade de expressão não serão toleradas e muito menos praticadas sem que aja uma punição. A constituição do império do Brasil de 1824 feita pelos conservadores é muito mais eficaz do que a de 1988 feita por politicos que buscavam apenas o poder. Tenho muita fé que a ideia está amadurecendo, hoje temos por exemplo um membro da família real na Câmara Federal, Luiz Philippe de Orléans e Bragança, deputado federal pelo estado de São Paulo.

Mais Artigos:

Conservadorismo
Antonio Colodetti

PARE DE ACREDITAR NO GOVERNO! (RESENHA)

Em seu primeiro livro Bruno Garschagen tenta em toda sua obra responder a pergunta que fica ilustrada na capa de seu livro. Como eu sou um grande admirador do autor e de suas obras decidi mostrar de forma breve o que Bruno evidenciou no livro.

Ler Mais »
Filosofia
Ana Emerick

Início de tudo: valor intrínseco da vida.

SALVAR PARA VER DEPOISVocê já notou como o surgimento da vida é ainda muito questionado? Seu início na gestação, mesmo que comprovado cientificamente, causa discussões e teorias mundo afora. Contudo, não é sobre uma teoria que falarei aqui, mas a respeito de uma falácia e como ela atua na defesa do aborto. O início  Defensores

Ler Mais »
Política
Antonio Colodetti

A HIPOCRISIA DA PATRULHA DO “ÓDIO DO BEM.”

SALVAR PARA VER DEPOISAtualmente no Brasil um coletivo autoritário tenta te restringir em quase tudo. No que você pensa, no que você FALA OU FAZ. Tal coletivo diz defender uma narrativa NA qual se prioriza a liberdade de expressão, mas ao mesmo tempo tenta coagir todos que se opuserem a tal narrativa, tentando acabar de

Ler Mais »
Política
Antonio Colodetti

O erro do Brasil: O politicamente correto.

SALVAR PARA VER DEPOISNo Brasil, grande parte da população vem tomando atitudes que estão em contramão da evolução de toda sociedade. A questão é que todas as atitudes que vem sendo tomadas atrapalham diretamente a vida de indivíduos que simplesmente NÃO tem nada haver com tal situação. Contudo, uma narrativa vem crescendo nos últimos anos no Brasil. O Politicamente Correto,

Ler Mais »
Liberalismo Econômico
Antonio Colodetti

Correios: A estatal que mergulhou no mar da Corrupção!

SALVAR PARA VER DEPOISRecentemente, presenciamos o fim da 9ª greve feita pelos trabalhadores dos Correios, que durou MAIS de um mês. A greve teve uma repercussão tão grande, que as conversas sobre a privatização da Estatal aumentaram drásticamente! Os Correios é uma das 418 estatais que foram mapeadas pelo Laboratório das Estatais, da Fundação Getúlio

Ler Mais »
Política
Antonio Colodetti

A falha do isolacionismo Argentino

SALVAR PARA VER DEPOISNa Argentina, foi aplicado via decreto o isolamento social preventivo e obrigatório, o problema é que já fazem aproximadamente 8 meses do decreto feito pela governo de Alberto Fernández, fazendo com que a “quarentena” Argentina se tornasse a mais longa do mundo. O isolamento social foi criado com o intuito de evitar

Ler Mais »